Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \29\UTC 2010

Só…

Me deixem aqui em paz,
Ao sol e à vida,
Não preciso nem comida,
Me deixem só aqui no meu instante

Vago e tímido elefante.
Feliz em minha preguiça.
Não preciso nem justiça
.

MILLOR DEFINITIVO –em “a bíblia do caos”

Anúncios

Read Full Post »

Felicidade…

* Encontrado por aí…

Read Full Post »

La Mar…

Sempre pensava no mar como la mar, que é o que o povo lhe chama em espanhol, quando o ama. Às vezes, aqueles que gostam do mar dizem mal dele, mas sempre o dizem como se ele fosse mulher. Alguns dos pescadores mais novos, os que usam bóias por flutuadores e têm barcos a motor, comprados quando os fígados de tubarão davam muito dinheiro, dizem el mar, que é masculino. Falavam dele como de um antagonista, um lugar, até um inimigo. Mas o velho sempre pensava no mar como feminino, como algo que entrega ou recusa favores supremos, e, se tresvariava ou fazia maldades era porque não podia deixar de as fazer. A lua influi no mar como nas mulheres, pensava ele.

Ernest Hemingway em “O Velho e o Mar”

Read Full Post »